segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Al-Qaeda declara guerra ao Estado Islâmico

Notícia surge no dia em que passam 14 anos sobre os atentados aos Estados Unidos que mataram milhares de pessoas.


Ayman al-Zawahiri declarou guerra ao seu homónimo do Estado Islâmico, Abu Bakr al-Baghdadi.

De acordo com o jornal britânico Mirror, o líder da Al-Qaeda revelou a sua intenção numa mensagem em formato áudio, na qual acusa o chefe dos jihadistas de “insubordinação”, garantindo que Abu Bakr al-Baghdadi não é o líder de “todos os muçulmanos” como reivindica.

“Nós preferimos responder o menos possível, mas Abu Bakr al-Baghdadi e os seus irmãos não nos deixaram outra escolha. Todos nós ficámos surpresos [quando al-Baghdadi se autoproclamou chefe do quarto califado] e fez tudo isto sem consultar os muçulmanos”, disse o líder da Al-Qaeda.

Um especialista em contra terrorismo explicou, em declarações ao 6abc, que esta tomada de atitude por parte de Zawahiri revela que as diferenças entre a Al-Qaeda e o ISIS “são irreconciliáveis” e que esta declaração de guerra pode ser uma boa notícia para o Ocidente.


Fonte:

Nenhum comentário: